Fashion Masters

Se você quer saber dos looks e estilistas mais conceituados do momento, este é o lugar.

O artesanato italiano traduzido nas criações da Gucci
A famosa grife Gucci é sinônimo de exclusividade e qualidade - característicos do artesanato italiano – desde 1920, quando nasceu
Publicado em 04/02/2015

A história da Gucci começa ainda na década de 1920, em Florença (Itália), quando Guccio Gucci abriu uma empresa de artigos de couro e uma loja de pequenas malas. Com o tempo, o design sofisticado de Gucci também inspirou coleções de baús, luvas, sapatos e cintos para equitação. Muitos de seus clientes eram aristocratas e montavam cavalos.

Após passar por dificuldades na década de 1940 em decorrência da Segunda Guerra Mundial, a Gucci experimentou novamente o sucesso em 1950, abrindo lojas em Milão e Nova Iorque. “A Gucci começou a construir sua presença global como um símbolo de luxo moderno”, diz o site official. As listras verde-vermelha-verde, características da marca, começara a aparecer em suas criações.

Guccio Gucci faleceu em 1953, e seus filhos Aldo, Vasco Ugo e Rodolfo assumiram o negócio.

Em 1960, a Gucci foi rapidamente reconhecida pelo design atemporal e começou a ser admirada por astros do cinema e figuras importantes como Jackie Kennedy – que adotou a bolsa de ombro da Gucci -, Liz Taylor e Peter Sellers - que começou a usar a bolsa unissex da marca.

Foi em 1970 que a Gucci entrou no ramo de criação de roupas com a logo recém-criada, com as letras GG. Em 1980, a empresa passou a ser dirigida pelo filho de Rodolfo, Maurizio Gucci.

Hoje, a Gucci é considerada uma das mais desejadas marcas de luxo do mundo. O ícone da casa Gucci (GG), o padrão floral, a bolsa usada por Jackie Kennedy (“Jackie Bag”) e a bolsa de bambu, criada em 1940, se tornaram marcas registradas.

Mesmo com a modernização da empresa, a Gucci continua seguindo os valores estabelecidos desde o princípio: exclusividade e qualidade, características do artesanato italiano.

Veja fotos que mostram a história da Gucci (clique nas imagens para ampliar):

Confira outras publicações da Italia Milano