Fashion Masters

Se você quer saber dos looks e estilistas mais conceituados do momento, este é o lugar.

O DNA de Valdemar Iódice
A mulher feminina e sensual é o alvo do estilista brasileiro, que desde 1987 veste mulheres com jeans e peças de tecidos leves e acinturadas
Publicado em 28/01/2015

O estilista brasileiro Valdemar Iódice é daqueles que começou sua relação com a moda desde cedo. A família, de ascendência italiana, trabalhava com confecção e Iódice, ainda na infância, já trilhava o caminho para sua carreira inspirando-se no talento de sua mãe.

O negócio da família sempre manteve uma malharia em São Paulo (SP), no bairro de Pinheiros. O negócio foi crescendo, e o estilista lançou sua marca em 1987, levando-a para outros segmentos: jeans, e mais tarde ao pret-a-porter, cujas coleções passaram a ser mostradas no grande evento da moda no Brasil, o São Paulo Fashion Week.

O primeiro desfile, em 1991, já teve Cláudia Liz como principal modelo. A primeira loja foi inaugurada em 1998, no Shopping Iguatemi, em São Paulo. Com o destaque recebido nos eventos do São Paulo Fashion Week, logo Iódice viu as portas se abrirem para o exterior, onde possui dois showrooms – um em Nova Iorque e outro em Los Angeles.

Em entrevista ao canal R7, em 2010, Iódice contou que o segredo do sucesso está no DNA mantido pela marca em todas as suas coleções. “Você pode mudar tema, estampa, cores, mas o perfil do look não pode mudar.” O DNA da Iódice, segundo o estilista, está nas criações de peças para mulheres femininas, sensuais, de personalidade forte e independentes.

Por isso, é comum encontrar nas coleções da Iódice tecidos fluidos, decotes na medida (sem ser vulgar), e peças que marcam a cintura da mulher.

Veja algumas fotos de uma das últimas coleções do estilista (clique nas imagens para ampliar):

 

Confira outras publicações da Italia Milano