Fashion Masters

Se você quer saber dos looks e estilistas mais conceituados do momento, este é o lugar.

Um terno Giorgio Armani
Quando pensamos em ternos elegantes e atemporais, o nome do estilista italiano logo vem à cabeça; hoje, Giorgio Armani extrapolou a moda masculina e já domina outros mercados
Fonte: g1.globo.com; sepha.com.br
Publicado em 31/12/2014

Em julho deste ano, o famoso estilista italiano Giorgio Armani completou 80 anos, mas o seu legado permanece até hoje. Um dos mais importantes foi ter colocado a moda masculina em destaque, e um mundo antes destinado predominantemente às mulheres.

Desde que lançou sua primeira coleção, em 1975, seu nome é relacionado a ternos clássicos, atemporais, elegantes e sofisticados. Depois de Armani, os clássicos ternos começaram a ser produzidos com novos cortes, tecidos e caimentos.

Um ano depois de lançar sua primeira coleções, Armani também quis se aventurar na moda feminina, e criou um terno para mulheres. Depois que o ator Richard Gere usou as criações do estilista no figurino do filme “Gigolô Americano”, Armani dominou também o mercado estadunidense e atores como John Tavolta, Michelle Pfeiffer e Jodie Foster também começaram a vestir os ternos Armani.

Após tomar gosto pela moda feminina, o italiano passou a criar vestidos de alta costura, dignos do tapete vermelho. A última atriz a vestir uma de suas criações foi a atriz Cate Blanchett, na última premiação do Oscar.

Na década de 90, Armani já tinha 2 mil lojas espalhadas pelo mundo, vendendo cerca de US$ 2 bilhões ao ano. Seus negócios se estenderam para os perfumes, relógios, artigos para casa e até hotéis e restaurantes.

O início

Mas não pense que Giorgio Armani já nasceu em berço de ouro. Antes de chegar onde está, passou por diversos cargos da indústria da moda: foi até vitrinista e vendedor. Antes de se envolver com o mundo da moda, havia começado a cursar Medicina na Universidade de Milão, mas a paixão pela moda falou mais alto.    

 

Confira outras publicações da Italia Milano